terça-feira, 27 fevereiro 2024
FOLIA SEM DOR

Ortopedista dá dicas para evitar lesões ortopédicas durante o Carnaval

Lesões articulares do joelho e do tornozelo estão entre as mais frequentes
Por
Henrique Fernandes

Com a chegada do Carnaval, milhares de foliões se preparam para dias intensos de festa, seguindo trios elétricos e blocos, desfilando pelas ruas. Mas, para aguentar o ritmo intenso da folia, é essencial estar atento à saúde dos pés e joelhos, pois as lesões articulares, especialmente nos tornozelos e joelhos, são muito comuns, conforme ressalta o Coordenador de Ensino Pesquisa e Inovação (COENPI) do Instituto Nacional de Traumatologia (INTO), José Leonardo Rocha de Faria.

“Nessa época do ano, as pessoas costumam passar longos períodos em pé, dançando e sambando, o que pode resultar em entorses ou sobrecargas nas articulações devido ao estresse mecânico”, explica o médico.

Ele enfatiza a importância de um cuidado redobrado, especialmente entre os foliões sedentários, que não possuem uma rotina regular de atividade física. “Quanto aos foliões sedentários, eles devem ter bastante atenção. A falta de condicionamento físico pode aumentar o risco de lesões musculares e articulares, especialmente durante atividades que exigem esforço físico prolongado, como dançar por várias horas. Para esse grupo, é aconselhável um aquecimento prévio como caminhada de 5 a 10 minutos, e a realização de alongamentos antes de se lançarem às festividades. Isso pode ajudar a preparar o corpo para o esforço físico e diminuir o risco de lesões”, orienta Leonardo.

Para aqueles que já lidam com alguma patologia articular, a atenção deve ser ainda maior, pois a sobrecarga durante o Carnaval pode agravar o quadro. Nesses casos, o especialista recomenda evitar movimentos bruscos que possam sobrecarregar as articulações.

“Para idosos e pessoas com condições como osteoporose e artrite, eles devem ter um cuidado redobrado. Esses grupos têm maior suscetibilidade a fraturas e outras complicações decorrentes de quedas. É recomendável que utilizem calçados ainda mais estáveis e confortáveis, e que evitem locais lotados ou com pisos muito irregulares. Acompanhamento de um familiar ou amigo também é extremamente útil e necessário para oferecer suporte físico em locais mais movimentados”, recomenda.

Curtindo com segurança

Para desfrutar da folia sem correr riscos de lesões articulares, o ortopedista destaca algumas medidas essenciais. “Usar calçados confortáveis, manter-se hidratado ao longo do evento e intercalar períodos de descanso entre os blocos são fundamentais para evitar sobrecargas nos membros inferiores”, alerta o especialista.

Para os foliões, especialmente aqueles que não mantêm uma rotina regular de exercícios físicos, é fundamental tomar precauções extras. “Optar por blocos em terrenos planos, evitar locais com grande aglomeração de pessoas e intercalar momentos de descanso durante a folia podem ajudar a reduzir a incidência de lesões”, orienta.

Em caso de traumas ou dores articulares persistentes, é crucial procurar atendimento médico imediatamente. “Essa recomendação é especialmente importante se houver dor articular súbita e persistente”, conclui o médico.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também