quinta-feira, 18 julho 2024
PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Projeto de restauro do Casarão do Salto Grande é aprovado

Ministério da Cultura aprovou a primeira fase do restauro, no valor de R$ 2,6 milhões, que irá abranger a parede lateral esquerda sudoeste da construção
Por
Henrique Fernandes
Foto: Fernando Zavarelli

O histórico Casarão do Salto Grande de Americana teve sua primeira fase do projeto de restauro aprovado pelo Ministério da Cultura no dia 1º de dezembro, por meio da Lei Rouanet. Nesta primeira etapa, a obra terá custo de R$2.696.146,34 e tem como objetivo restaurar a parede lateral esquerda sudoeste, que demanda mais atenção pelos problemas apresentados. A aprovação foi publicada no Diário Oficial da União e agora segue para a execução.

As obras tem previsão de início no dia 2 de janeiro de 2024 até 2 de janeiro de 2025, após a finalização o projeto seguirá para as próximas fases. “Demos um passo importantíssimo para as obras de reforma do nosso querido Casarão. Americana tem uma riqueza guardada lá dentro, e precisamos preservar essa história. Não mediremos esforços para recuperar esse que é um dos principais prédios históricos de nossa cidade”, disse o prefeito da cidade Chico Sardelli.

A aprovação é uma conquista para a cultura e preservação da memória do município, permitindo a recuperação da construção. “Vamos recuperar essa joia da nossa cidade, que é o Casarão do Salto Grande. As próximas gerações precisam ter acesso a toda a riqueza cultural e histórica contida ali”, destacou o vice Odir Demarchi.

A Secretária de Cultura de Americana, Márcia Gonzaga Faria, comemorou a conquista. “O início desse projeto é de extrema importância para o patrimônio histórico da cidade, representando uma iniciativa vital para preservar o legado histórico, arquitetônico, inovador e cultural associado a esse marco do período canavieiro”, afirmou a secretária.

A restauração tem como proponente a empresa OES Engenharia e Construções que já atua no projeto de restauro da Casa Hermann Müller e atuou na troca do telhado do Casarão do Salto Grande anteriormente, com produção cultural da empresa Veneciano Produção Cultural e parceria com o Ministério da Cultura e Prefeitura Municipal de Americana.

O Casarão

Construído em 1799 em taipa de pilão, o Casarão do Salto Grande foi a sede da Fazenda Salto Grande e é considerado um prédio histórico de extrema importância arquitetônica e histórica.

Em 1971 foi criado o Museu Histórico e Pedagógico Doutor João da Silva Carrão, que permaneceu até 1974 e retornou em 1977, após restauro no prédio. O museu foi tombado como monumento de interesse histórico-arquitetônico em 1982 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) e em 2006 foi tombado também pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico de Americana (Condepham).

“A restauração e manutenção deste monumento não apenas salvaguardam a integridade do bem, mas também garantem que as futuras gerações tenham a oportunidade de aprender e refletir sobre este importante capítulo da história,” complementou a secretária de Cultura.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também