domingo, 16 junho 2024
HOSPITAL

Reforma da Emergência Adulta do Hospital Municipal de Nova Odessa é finalizada

Próxima etapa da reforma do Hospital Municipal é a recuperação do corredor principal do Hospital
Por
Felipe Gomes
Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal de Nova Odessa finalizou mais uma fase do processo de reforma e modernização do Hospital Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia. Desta vez, a reforma Ala de Emergência do Pronto Socorro do complexo hospitalar foi finalizada.

A próxima etapa, já foi iniciada, que é a reforma do corredor principal, que liga as alas que ficam na “frente” do hospital. Sendo as alas, emergência, pediatria, centro cirúrgico e maternidade, ligando às alas que ficam na outra “perna” do Hospital que incluem a sala de medicação, clínica médica, pediatria provisória, refeitório, salas de descanso da equipe, lavanderia, além do acesso a interno à nova UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Municipal, que é um anexo construído ao lado do prédio principal.

A secretária municipal de Saúde, Adriana Welsch, pede a compreensão dos pacientes e acompanhantes que passam pelo Hospital, em função da redução de espaço utilizável e, consequentemente, do aumento da “sensação de lotação” da recepção e pronto-socorro durante o período da reforma. Principalmente nos horários de pico da manhã e da noite, que coincidem com os horários de visitação aos pacientes da Clínica Médica, que já havia sido reformada há dois anos.

Os atendimentos para crianças e adolescentes continuam, agora em uma recepção específica atrás do Hospital Municipal. Os atendimentos pediátricos devem ser encaminhados para a Rua Waldemar Ignowski, atrás do complexo, enquanto os adultos e idosos continuam a ser atendidos na recepção principal, na Rua Aristides Bassora.

A reforma contou com um investimento público que somam cerca de R$ 3 milhões ao final de todo o trabalho.

OUTRAS MELHORIAS

O prédio do Hospital Municipal tem cerca de 30 anos de uso, mas jamais havia passado por grandes reformas. Etapas anteriores desse processo de modernização gradual iniciado em 2021 incluíram as reformas da Clínica Médica, na “Ala de Internação” do Hospital, da Central de Ambulâncias 192, incluindo a troca das cinco ambulâncias por veículos novinhos e do 1º piso do Ambulatório de Especialidades.

Recentemente, foi reformada a recepção e a fachada, com a construção da alça de acesso e área de transbordo de pacientes e feita a instalação da “fazenda” de geração de energia solar do complexo.

Em março deste ano, foi concluída a troca e modernização de toda a rede elétrica do complexo. Assim, a rede elétrica finalmente tem capacidade para atender à nova UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e também permitir a ligação dos 30 aparelhos de ar-condicionado ao mesmo tempo, o que não era possível até então.

Todo o telhado do Hospital, com cerca de 2 mil metros quadrados e mais de 30 anos, está sendo gradativamente trocado, o que deve resolver se vez os históricos problemas de goteiras no interior de praticamente todo o complexo.

Por fim, há a obra da nova UTI, em fase final de montagem e instalação dos equipamentos, móveis hospitalares e planejados, bem como dos diversos sistemas essenciais ao seu pleno funcionamento, incluindo as redes de climatização, de exaustão, de gases hospitalares, de TI, entre outros.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também