Sábado, 27 Novembro 2021

Região recebe hoje R$ 3 milhões para Saúde

CidadesSaúde

Região recebe hoje R$ 3 milhões para Saúde

Verbas contemplam Americana, Hortolândia, Nova Odessa e Sumaré 

Saúde | O secretário Jean Gorinchteyn nesta 5ª na Alesp (Foto: Divulgação)
As prefeituras de Americana, Hortolândia, Nova Odessa e Sumaré recebem nesta sexta-feira (11) um total de R$ 3 milhões do governo do estado de São Paulo, por meio de emendas parlamentares destinadas por deputados estaduais.

As verbas vão direto para o custeio de ações nas secretarias de Saúde, principalmente para o combate à Covid-19.

O anúncio do repasse foi feito nesta quinta, em cerimônia realizada na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

O governo irá destinar, ao todo, R$ 155 milhões, divididos em 894 emendas a 427 cidades. As emendas foram indicadas por 89 parlamentares e, segundo informações da Casa Civil, a verba deve chegar às contas das prefeituras ainda hoje.

A cidade da região contemplada com o maior valor total foi Americana, com quatro emendas parlamentares que somam R$ 1,4 milhão.

Hortolândia também teve quatro emendas, mas em menor valor, somando R$ 1,02 milhão.

Sumaré recebeu uma emenda, de R$ 508 mil. Em Nova Odessa, também foi destinada uma emenda, no valor de R$ 100 mil. Santa Bárbara d'Oeste não foi contemplada.

A reportagem do TODODIA questionou a Casa Civil e a Alesp sobre quem são os autores das dez emendas parlamentares destinadas aos municípios da região, mas a informação não foi disponibilizada até o fechamento desta edição.

Nesta semana, o deputado Dirceu Dalben (PL), que tem base eleitoral em Sumaré, divulgou a emenda de R$ 508 mil como de sua autoria.

'TRANS-COVID'

O Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, participou do anúncio e citou que a pandemia ainda não terminou e que esses recursos ajudarão nos próximos meses.

"São municípios que precisam de recursos. Não estamos mais falando de 'pós-covid', temos um período que vamos conviver com a pandemia ainda, que eu chamaria de 'trans-covid'. Então, essas emendas ajudarão as prefeituras a criar políticas de saúde, desenvolver projetos locais que consigam dar assistência à saúde e garantir a vida dos munícipes", disse.

De acordo com o secretário da Casa Civil, Cauê Macris, o objetivo da destinação em massa das emendas é descentralizar o orçamento da saúde e prestar apoio rápido aos municípios.

"Os parlamentares conhecem claramente a realidade de cada um dos municípios, vivendo o dia a dia desses municípios, o que muitas vezes para o governo de São Paulo é distante. Então a participação orçamentária da Alesp é fundamental nessa construção", disse Cauê. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 27 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/