Sábado, 25 Junho 2022

RMC registra o 1º caso de coronavírus

RMC registra o 1º caso de coronavírus

A RMC (Região Metropolitana de Campinas) registrou ontem (13) o primeiro caso confirmado de coronavírus, o de uma estudante do 4º ano de medicina da f

A RMC (Região Metropolitana de Campinas) registrou ontem (13) o primeiro caso confirmado de coronavírus, o de uma estudante do 4º ano de medicina da faculdade São Leopoldo Mandic 

Segundo a Prefeitura de Campinas, a infectada contraiu a doença na Bahia. A paciente foi atendida em um hospital particular de São Paulo, onde está em isolamento domiciliar. 

"A estudante está bem de saúde e seu caso está sendo acompanhado. Todas as medidas necessárias sobre o caso estão sendo tomadas pela instituição onde a paciente estuda, sob orientação do Devisa. No momento, Campinas tem 35 casos em investigação", informou o Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas. 

A estudante, que tem família em São Paulo, está na Capital desde anteontem (12), após fazer o exame. O resultado do exame saiu na manhã de ontem. 

Ela esteve em Itacaré, na Bahia, no dia 7, no casamento da irmã da blogueira e influencer digital Gabriela Pugliesi, que também está com coronavírus, conforme anunciou em redes sociais anteontem. 

Segundo a blogueira, outras pessoas que estavam no casamento também foram infectadas. 

A Faculdade São Leopoldo Mandic declarou que após a confirmação de que a estudante está com coronavírus foram tomadas medidas protetivas. As aulas serão mantidas na modalidade de ensino à distância. A instituição informou ainda que há dez dias distribui álcool gel para toda a faculdade, além de guia de prevenção do coronavírus e máscaras. 


HORTOLÂNDIA: FESTA SUSPENSA 

A Festa do Peão de Hortolândia, marcada para acontecer de 8 a 17 de maio, foi temporariamente suspensa ontem por conta do coronavírus. 

Os organizadores emitiram comunicado na página oficial do evento no Facebook informando que tomaram a decisão junto à prefeitura. 

As vendas dos ingressos pararam e a organização deve se pronunciar nos próximos dias a respeito da manutenção da programação ou do agendamento de nova data. 

A cidade registrou mais dois casos suspeitos ontem (13). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, um deles é um menino de 8 anos, que voltou do Paraguai há 14 dias e apresenta sintomas respiratórios desde o dia 11. 

O outro é um homem de 32 anos, que esteve na Itália. Eles passam bem, em isolamento domiciliar. 

A Saúde investiga ainda o caso de uma idosa de 79 anos, que estava em Portugal. Ela voltou ao Brasil sábado (7) e apresentou sintomas respiratórios, coriza e tosse. Ela foi atendida domingo (8) no Hospital Mário Covas. 

O caso foi registrado terça (10). O município teve um caso suspeito registrado dia 3, já descartado.  


SUMARÉ 

Em Sumaré, dois casos suspeitos são investigados desde anteontem (12). Os pacientes são da mesma família, um menino de 10, e um homem de 42 anos. O pai retornou do exterior (o país não foi informado pela prefeitura) no dia 10 de março. Os sintomas são leves, tosse, coriza e dor de garganta. Eles passam bem, segundo a administração, e aguardam o resultado dos exames em suas residências. 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/