domingo, 3 março 2024
CARNAVAL 2024

Bloquinhos inclusivos agitaram o domingo de carnaval em Santa Bárbara d’Oeste

Foram quatro bloquinhos as ruas barbarenses, dois deles com mensagens especial, os Amigos da Lilica e o Bloco das Rosinhas
Por
João Victor Viana
Fotos: Rede TodoDia

Neste domingo (11), mais uma vez, a folia tomou conta de toda área central da cidade, com atrações para todas as idades e gostos, inclusive com a inclusão sendo um tema de destaque.

Quatro bloquinhos saíram pela cidade, três deles no Museu da imigração. O Bloco das Rosinhas, que ressaltou sobre o câncer, os Amigos da Lilica, que foi composto por crianças e adolescentes com deficiência, e O Bloquinho, que teve atividades destinada as crianças.

A concentração dos Blocos das Rosinhas e os Amigos da Lilica aconteceu em conjunto. Uma grande roda de pagode foi armada na preparação. Muita alegria e roupas coloridas fizeram parte do esquenta antes que todos desfilassem.

“Quando a gente tem na nossa cidade blocos que trazem essas bandeiras, a gente tem um carnaval diferente, um carnaval acessível. E é justamente isso que traz tanta beleza para nossa festa”, valorizou o secretário municipal de cultura, Evandro Felix.

A Lilica é a idealizadora da Associação Pernas da Alegria, que fornece assistência e entretenimento para crianças e jovens cadeirantes, com síndrome de “down”, autistas e relacionados. “É fundamental para a gente mostrar para a sociedade que as pessoas com deficiência curtem carnaval e tudo que elas tem direito. Nós viemos com uma proposta de Olinda em Santa Bárbara”, disse ela.

Fotos: Rede TodoDia

O “Olinda em Santa Bárbara” contou com alguns cadeirantes passeando por cima do trio, os guardas chuvas do frevo e também os tradicionais bonecos, que foram feitos inspirados na própria Lilica.

Uma das crianças que abrilhantaram a festa foi a Maitê. Ela tem Síndrome da Regressão Caudal, uma má formação rara que afeta os membros inferiores, mas não afeta o sorriso no rosto que está presente com ela. “A Maitê estava ansiosa. É excelente essa iniciativa, toda cidade deveria aderir a ideia”, disse a mãe da garotinha, Kethillin da Silva.

Por sua vez, o Bloco das Rosinhas trouxe também uma mensagem de extrema importância. Organizado pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, os foliões priorizaram a cor rosa para deixar a sua mensagem.

“Quando as pessoas pensam em câncer já associam a morte. O trabalho da Rede Feminina é melhorar os índices de cura. É um momento de visibilidade causa, de que podemos fazer coisas lindas, apesar do câncer”, explicou Carla Bueno, superintendente da Rede.

Outro bloquinho saiu da Praça Dona Carolina
Completando a programação do domingo , outra concentração que aconteceu em Santa Bárbara foi a do Bloco Apareceu a Margarida, na Praça Dona Carolina, em frente ao Fórum.

Fundado em 2018, a missão do bloco de rua é relembrar os antigos carnavais, contribuindo com as futuras gerações por meio da disseminação da música e da cultura.

Umas das identidades do bloco é que durante a passagem pelas ruas, os membros do bloquinho tocaram as músicas ao vivo, resgatando clássicos das marchinhas.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também