Domingo, 23 Janeiro 2022

Saúde oferece teste rápido para HIV, sífilis e hepatites

Saúde oferece teste rápido para HIV, sífilis e hepatites

A Secretaria de Saúde de Americana, por meio do SAE (Serviço de Assistência Especializada em Infectologia, inicia amanhã a campanha "Fique Sabendo", q
A Secretaria de Saúde de Americana, por meio do SAE (Serviço de Assistência Especializada em Infectologia, inicia amanhã a campanha "Fique Sabendo", que vai incentivar a população para realizar gratuitamente o teste rápido de HIV (o vírus transmissor da Aids).

O serviço, que é itinerante, permanecerá na Praça Comendador Müller, no Centro, neste sábado, das 8h às 14h. Além do HIV, a campanha também oferece testes rápido para sífilis e hepatites B e C.

O teste rápido é indolor, feito por meio de uma simples punção em um dos dedos das mãos. O resultado sai em aproximadamente 30 minutos.

Em caso positivo para uma dessas doenças, o indivíduo será aconselhado e orientado quanto ao tratamento, que é feito diretamente no SAE, com acompanhamento médico, fornecimento das medicações e apoio psicológico.

A campanha continua entre os dias 3 e 7 de dezembro, com a realização dos testes rápidos no SAE, entre 9h e 12h, e das 13h às 15h. O atendimento será por demanda espontânea, não havendo necessidade de encaminhamento, os usuários não precisam estar em jejum.

Independente da campanha, todas as unidades básicas de saúde estão habilitadas para esclarecer e orientar os usuários sobre as IST. O SAE fica na Avenida da Saúde, 485, Jardim Nossa Senhora de Fátima. Os telefones são (19) 3468-3906 e (19) 3478-3039.

DIA MUNDIAL
A campanha também faz parte do Dia Mundial de Combate à Aids, sempre no primeiro dia de dezembro. Para isso, as unidades básicas de saúde irão expor, durante todo o mês, um cartaz com as estatísticas recentes da doença no município, para servir de alerta.

Além disso, os profissionais estarão distribuindo materiais informativos sobre as ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

De acordo com a enfermeira coordenadora do programa de HIV/DST-Aids de Americana, Marinilze Rodrigues da Silva Giubbina, é fundamental que o indivíduo soropositivo inicie o tratamento o mais rápido possível, porque assim conseguirá manter uma carga viral indetectável, o que também irá reduzir o contágio.

"Quando uma pessoa sabe que está portadora (do HIV), já começa a tratar e ela fica com uma carga viral indetectável, nós também estaremos fazendo a prevenção, assim como fazemos também quando incentivamos o uso do preservativo", explicou.

 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 24 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/