sexta-feira, 14 junho 2024
SAÚDE

Santa Bárbara recebe prêmio estadual pela eliminação vertical da transmissão do HIV

Município conquistou o Prêmio “Luiza Matilda”, concedido pelo Programa Estadual de IST/AIDS-SP em parceria com a Atenção Básica e o Conselho de Secretários
Por
Redação

O Município de Santa Bárbara d’Oeste, por meio da Secretaria de Saúde, recebeu em outubro o Prêmio “Luiza Matilda”, pela eliminação vertical da transmissão do HIV. Em sua 5ª edição, a premiação foi concedida durante a 8ª Semana Paulista de Mobilização Contra a Sífilis e Sífilis Congênita, aos municípios do Estado de São Paulo que atingiram indicadores selecionados para a redução ou eliminação da transmissão vertical do HIV e/ou sífilis.

A iniciativa foi promovida pelo Programa Estadual de IST/AIDS-SP em parceria com a Atenção Básica e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems). Representaram o Município no evento o enfermeiro José Paulo da Silva e a técnica de enfermagem Thaísa Souza de Carvalho, ambos da Vigilância Epidemiológica.

“Mais uma vez Santa Bárbara d’Oeste é contemplada em uma importante premiação do Governo do Estado de São Paulo. Esse reconhecimento deve ser compartilhado com todos os profissionais envolvidos na assistência, desde a prevenção, passando pelo diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos pacientes”, destacou a secretária de Saúde, Lucimeire Cristina Coelho Rocha.

A transmissão vertical ocorre quando a criança é infectada por alguma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) durante a gestação, parto, e em alguns casos durante a amamentação. Todas as gestantes e suas parcerias sexuais devem ser investigadas para IST durante o pré-natal e no momento do parto, especialmente para o HIV, sífilis e hepatites virais B e C. Ao mesmo tempo, devem ser e informadas e orientadas sobre as possibilidades de prevenção da transmissão vertical, bem como sobre a possibilidade de riscos para a criança quando a gestante é infectada, especialmente de HIV/AIDS, sífilis e hepatites virais B e C.

As ações voltadas às gestantes e recém-nascidos no Município são realizadas de forma integrada, entre diversos setores da Saúde, como a Atenção Básica, Vigilância em Saúde, Centro de Referência em Saúde da Mulher, Núcleo de Ações Coletivas (NAC), AMDIC (Ambulatório Municipal de Doenças Infecto Contagiosas) entre outros, além da parceria com o Hospital Santa Bárbara.

No Município esse trabalho tem início desde os grupos de planejamento familiar e consultas de pré-natal, com acompanhamento nos grupos de gestantes e puericultura realizados nas unidades, consultas e visitas a maternidade, e prossegue após o nascimento, por meio de exames, aplicação de todas as vacinas do calendário vacinal, orientações nutricionais e sobre aleitamento materno, entre outras ações.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também