quarta-feira, 19 junho 2024
DECIDIDO!

Brasil será sede da Copa do Mundo Feminina de 2027

Será a 10 ª edição do torneio, que contará com 32 países e será disputado em dez cidades
Por
João Victor Viana
Foto: FIFA

Em 2027, o Brasil será o primeiro país da América do Sul a sediar uma edição da Copa do Mundo Feminina. Na madrugada desta sexta-feira (17), a escolha foi anunciada no 74ª Congresso da Fifa, em Bangkok, na Tailândia, pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino.

A candidatura brasileira recebeu 119 votos de 207 possíveis de outros países. Foi a eleição mais democrática existente, já que antes a decisão era tomada pelo por 36 integrantes do antigo Comitê Executivo. Na segunda colocação, A candidatura tripla formada por Alemanha, Holanda e Bélgica conseguiu 78 votos.

“Agradeço a confiança de todos que participaram do Congresso da Fifa pela escolha do Brasil para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2027. Vivemos hoje um dia histórico em Bangkok. Essa é uma vitória do futebol feminino mundial. Garanto a todos vocês que o Brasil fará a melhor Copa do Mundo Feminina da história”, comemorou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Além de Ednaldo, estiveram no Queen Sirikit National Convention Center o ministro do Esporte, André Fufuca, Aline Pellegrino (ex-jogadora e gerente de Competições Femininas da CBF), Kerolin (atacante da Seleção Brasileira), Formiga (única atleta a disputar sete Copas do Mundo da FIFA), as consultoras Valesca Araújo, Jacqueline Barros, Manuela Biz e o consultor Ricardo Trade.

Este será o terceiro mundial de futebol em solo brasileiro. Antes, o Brasil organizou as copas do mundo masculina de 1950 e 2014. Como anfitriã, a Seleção Brasileira já está classificada para o que será a 10 ª edição do torneio, que contará com 32 países e será disputado em dez cidades.

A abertura e a final serão no Maracanã, no Rio de Janeiro. As outras nove sedes serão: São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Salvador, Recife, Fortaleza e Manaus.

O Brasil participou das outras nove edições do mundial, mas nunca conseguiu levantar a taça.

Foto: FIFA

Convencimento da candidatura brasileira

Durante o evento, as duas candidaturas tiveram 15 minutos para apresentar o que tinham de melhor a oferecer. Pelo lado brasileiro, Duda Pavão foi a responsável pela apresentação e contracenou com uma assistente virtual.
“Somos excelentes anfitriões. Temos um legado forte, já temos toda a infraestrutura necessária para dar ao público uma excelente experiência. Nós iremos receber as jogadoras nos melhores estádios, que já estão prontos. Sendo assim, vamos reduzir os custos financeiros e o impacto ambiental. Na terra do futebol, vamos garantir que a paz será celebrada e que a Copa do Mundo Feminina de 2027 será inesquecível”, destacou.

Foto: FIFA
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também