quarta-feira, 28 fevereiro 2024

F1: Alfa Romeo anuncia Bottas para 2022 e deixa caminho livre para Russell na Mercedes

A mudança de equipe do piloto finlandês foi anunciada nesta segunda-feira (6); confira todos os detalhes.  

Valteri Bottas (à direita) deixará a dupla com Lewis Hamilton em 2022 – Steve Etherington/Mercedes-AMG F1

O piloto finlandês de Fórmula 1 Valteri Bottas trocará a Mercedes-AMG pela Alfa Romeo na temporada de 2002. A mudança de equipe foi anunciada na manhã desta segunda-feira (6).

Bottas, de 32 anos, deixará a Mercedes após cinco temporadas e ocupará vaga co compatriota Kimi Raikkonen, que se aposentará da F1 ao término do atual campeonato. Ele está na Mercedes desde 2017, conquistando pela equipe todas as suas nove vitórias na carreira, 54 pódios e 17 pole positions.

Na Williams, equipe que ficou de 2013 a 2016, ele conseguiu nove pódios. A saída de Bottas da Mercedes significa que o caminho de George Russell para a equipe alemã fica livre, especulação das mais fortes na silly season da F1 este ano.

Rumores indicam que o inglês será anunciado nesta terça-feira (7) como novo companheiro de equipe de Lewis Hamilton. “Um novo capítulo em minha carreira está começando”, disse Bottas.

“Estou animado por me juntar à Alfa Romeo em 2022 e além para o que será um novo desafio com uma montadora icônica. A Alfa Romeo é uma marca que não precisa de introduções, eles escreveram algumas das grandes páginas da história da F1 e será uma honra representá-los”, acrescentou o piloto.

“O potencial da estrutura em Hinwil é claro, e aproveitarei essa oportunidade para ajudar a liderar a equipe adiante no grid, especialmente com o novo regulamento em 2022, dando à equipe uma chance de dar um salto de performance”, disse.

“Sou grato pela confiança que a equipe depositou em mim, e mal posso esperar para retribuir essa fé, tendo a mesma fome de sempre por corridas, resultados e, quando o momento vier, vitórias. Conheço Fred [Vasseur, chefe da equipe] bem e mal posso esperar para conhecer o resto da equipe, construindo relações tão fortes quanto as que tenho na Mercedes”.

Apesar da forte contribuição de Bottas ao longo dos anos, a perspectiva de promover Russell da Williams se mostrou irresistível para a Mercedes e Toto Wolff. O austríaco estava envolvido com o gerenciamento da carreira de Bottas, antes de um conflito de interesse, que o obrigou a dar um passo atrás. Mas ele sempre deixou claro que, caso Russell fosse o escolhido, o anúncio só seria feito após o finlandês encontrar uma vaga para 2022.

“Tenho orgulho do que conquistei em Brackley e sigo totalmente focado em terminar o trabalho atual, já que lutamos por mais um Mundial, mas também mal posso esperar pelos novos desafios que me aguardam no próximo ano”, afirmou Bottas.

Vasseur, chefe da Alfa Romeo, destacou que a experiência foi chave na escolha de Bottas para substituir Kimi Raikkonen.”É um prazer para mim receber Valtteri na equipe e mal posso esperar por nossa jornada juntos. Com ele, trazemos a Hinwil um forte membro de equipe com experiência na ponta do grid”.

“Valtteri é parte integral da equipe de reescreveu os livros de recordes, tendo quatro títulos de construtores em seu nome. Ele é o nome certo para ajudar a Alfa Romeo a evoluir em busca da ponta do grid. Nosso relacionamento vem de longe, de quando trabalhamos juntos com muito sucesso na F3 e na GP3, e seu talento e habilidade ficaram evidentes desde então”, disse.

Vasseur acrescentou que a duração do contrato foi um elemento chave: “O acordo de múltiplas temporadas nos dá e dá a Valtteri a estabilidade necessária para construir nosso projeto em um momento crucial para a F1. Estamos animados com o futuro”.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também