terça-feira, 27 fevereiro 2024
DECISÃO

Rio Branco entra em campo nesta quarta para carimbar a classificação

Jogando no Décio Vitta, equipe recebe o Jabaquara nesta quarta-feira, às 15h
Por
João Victor Viana
Foto: João Victor Viana / Rede TodoDia

Ocupando a segunda posição do grupo 12 da segunda fase do Campeonato Paulista 2ª divisão, a bezinha, o Rio Branco joga no Décio Vitta, às 15h, nesta quarta-feira (18), contra o Jabaquara. A partida é válida pela 5ª rodada e pode carimbar a classificação do Tigre.

Com sete pontos conquistados e a vice-liderança, o Rio Branco joga para garantir a classificação para a terceira fase, e assim, se livrar de vez do rebaixamento para a nova divisão que será criada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), em 2024.

O visitante, porém, também vem com o objetivo de encaminhar sua vaga. Após a suspensão do Fernandópolis por suspeita de manipulação de resultados, na última segunda-feira (17), o Jabaquara terá a vitória decretada por 3 a 0 sobre o clube suspenso. Ou seja, chegam empatados em pontos com os donos da casa.

Em caso de vitória do Tigre, a vaga é assegurada, independentemente do resultado na última rodada contra o Grêmio São Carlense. Se empatar, o Rio Branco só precisará do empate contra o time de São Carlos para se manter em segundo. Se o Jabaquara fizer como fez no primeiro turno e vencer o time de Americana, é imprescindível a vitória no jogo da 6ª rodada.
Lembrando que mesmo que não fique em segundo, há a chance de classificação estando entre os quatro melhores terceiros entre os seis grupos.

Diante de um jogo importante como esse, o técnico Valmir Israel enfatizou a preparação mental da equipe, que, segundo ele, está focada e comprometida. “Temos que manter o foco no que já vínhamos almejando. De qualquer forma, nosso pensamento era ganhar para não depender de nenhum resultado na última rodada”, disse.

O treinador ainda destacou que o trabalho segue firme ainda com o planejamento de alcançar o primeiro lugar do grupo.

Contente com a goleada aplicada no sábado (15) contra o Fernandópolis, o treinador espera manter o ritmo. “A equipe criou muito. Com cerca de 12 chegadas no último terço, fizemos quatro gols, se fossemos mais assertivos, o placar seria ainda mais elástico. É isso que queremos passar aos atletas. O desempenho dá mais confiança”.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também