PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Dois corpos são localizados sob viadutos em Americana

Em intervalo de 5h, dois mortos são achados embaixo do Centenário e do Amadeu Elias

Em um espaço de menos de cinco horas, entre a manhã e o início da tarde de ontem, a Polícia Civil de Americana localizou dois corpos embaixo dos dois principais viadutos da cidade.

PUBLICIDADE

Uma mulher e um homem, que ainda não tinham sido identificados até a noite de ontem, mas seriam moradores de rua, foram encontrados mortos em áreas sob o Viaduto Centenário e o Viaduto Amadeu Elias, ambos na região central.

A Polícia aguarda laudos periciais para identificar as causas das mortes em ambos os casos – registradas como mortes suspeitas – e não descarta a hipótese de assassinato das vítimas. Também não se sabe ainda se os casos teriam ligação um com o outro.

PUBLICIDADE

A primeira vítima localizada foi a mulher, aparentando mais de 50 anos, encontrada sob o Viaduto Amadeu Elias, em uma área próxima do Mercado Municipal.

Informações iniciais nas imediações apontam que ela viveria no local, em situação de rua. O corpo aparentava sinais de violência, principalmente na cabeça, o que deverá ser comprovado após exames por peritos do IC (Instituto de Criminalística) da Polícia Civil.

PUBLICIDADE

Menos de três horas depois da localização da mulher morta, um morador comunicou ter encontrado o corpo de um homem embaixo do Viaduto Ministro Raph Biasi, conhecido como “Centenário”, perto do centro comercial Welcome Center – distante aproximadamente um quilômetro de onde a mulher foi achada morta.

A informação é que o corpo do homem estaria no local já há algumas horas. Ele não portava documentos, nem sinais de violência, e a Polícia Civil aguarda laudos que possam definir a causa da morte também nesse caso.

Até o fechamento desta edição, as autoridades trabalhavam na apuração de ambos os casos.

NÚMEROS

Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo indicam que no ano passado, de janeiro a novembro, foram registrados nove homicídios dolosos (com intenção de matar), com dez vítimas, em Americana. Já em 2017, Americana registrou 16 homicídios dolosos. Em 2019 ainda não houve registro desse tipo de crime na cidade.

SERVENTE É MORTO A TIROS PELO CUNHADO

Uma discussão em família acabou em assassinato na noite de quarta-feira (16), em Santa Bárbara d’Oeste.

O caso foi em um condomínio do bairro Parque do Lago e teve como vítima o servente Diego Santos, de 32 anos, pai de três filhos. Segundo informações da Polícia, ele foi atingido por tiros disparados por um cunhado, após uma discussão.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros o socorreu, conduzindo-o ao Hospital Afonso Ramos, onde ele foi atendido, mas não resistiu aos ferimentos.

O autor dos disparos, que não teve o nome revelado, ainda não tinha sido localizado até o fechamento desta edição.

 

 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This