Domingo, 23 Janeiro 2022

Sumaré bate novos recordes e alcança menores taxas de delitos em 2018

Sumaré bate novos recordes e alcança menores taxas de delitos em 2018

Em 2018, Sumaré  bateu recordes históricos e alcançou as menores taxas de homicídio e de furtos e roubos de veículos desde que a SSP (Secretaria Estad
Em 2018, Sumaré  bateu recordes históricos e alcançou as menores taxas de homicídio e de furtos e roubos de veículos desde que a SSP (Secretaria Estadual de Segurança Pública) contabiliza esses dados.

No ano passado, a taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes ficou em 9,41 – abaixo de dez pela primeira vez na história. Já a taxa de furtos e roubos e veículos, a cada 100 mil veículos, ficou em 560,75.

Os números superam os recordes que já haviam sido atingidos em 2017. Além disso, no ano passado Sumaré também reduziu novamente os roubos a pessoas, casas e comércios em 19% com relação a 2017 ou em 40% com relação a 2016.

A taxa de homicídio doloso é calculada pela SSP desde 1999. Na cidade, a menor marca foi alcançada no ano passado, com resultado de 9,41 a cada 100 mil habitantes. Este índice já chegou a 60,38 na série histórica. Em 2017, ficou em 11,8 (segunda menor taxa).

Já a taxa de roubos e furtos de veículos, a cada 100 mil veículos, é calculada desde 2001 e também chegou a seu menor patamar no ano passado: 560,75 – uma redução de 30% com relação a 2016, quando a taxa ficou em 801,01.

Em 2017, a taxa foi de 586,44 e até então era considerada o recorde. O índice já atingiu 2.317,50 na série histórica.

Os roubos a pessoas, casas e comércios também tiveram nova queda em 2018. A taxa a cada 100 mil habitantes caiu de 577,06 para 488,09.

Em 2016, o índice era de 768,76 – são menos 36,5% de vítimas na cidade em dois anos. Estes crimes vinham apresentando constante crescimento de 2011 a 2016.

Na visão da Administração Municipal os dados divulgados pela SSP são relevantes, e mostram que a cidade está cada vez mais segura e que todos os esforços que vem sendo realizados pela Guarda Municipal, pela Polícia Militar e Polícia Civil, estão surtindo bons resultados.

“Desde 2017, nossa Guarda está mais atuante, realizando diversas operações pela cidade, em pontos estratégicos, sempre com o objetivo de inibir a ação de criminosos e proteger nossos moradores”, disse o prefeito Luiz Dalben (PPS).

O prefeito também destacou o reativamento de câmeras de videomonitoramento que há anos não funcionavam e a criação da nova Central de Comunicação e Monitoramento na sede da Guarda.

Além disso, foram entregues 11 novas viaturas para a corporação em 2018, coletes e equipamentos, entre outras ações.  “Nosso trabalho continua para que, em 2019, novos recordes sejam atingidos”, disse o secretário de Segurança Pública, Ricardo Zequin.

 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 23 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/