domingo, 19 maio 2024

Araçatuba: Dois suspeitos são presos em São Pedro, próximo a Piracicaba

Homens estavam com coletes, munições e R$ 3 mil  

Dois suspeitos do assalto a bancos em Araçatuba foram presos em São Pedro – Reprodução/TV Globo

Dois homens suspeitos de integrarem a quadrilha de assaltantes que atacou três agências bancárias em Araçatuba, no início da semana, foram presos na madrugada desta sexta-feira (3) um sítio em São Pedro (SP), cidade a 40 km de Piracicaba. Porém, fica a cerca de 350 km de distância dos ataques.

Segundo a Polícia Civil, a prisão aconteceu durante uma operação contra o tráfico de drogas. Com os suspeitos foram encontrados coletes à prova de balas, roupas camufladas, luvas, munições ponto 40 e ponto 380, uma máquina para contar dinheiro e cerca de R$ 3 mil. Além de objetos para a produção de drogas.

A descoberta dos materiais aconteceu durante cumprimento de mandados de busca e apreensão em três locais, sendo o sítio e duas casas em São Carlos, uma na Vila Paulista e outra no bairro Boa Esperança. Nesta semana, o corpo de um homem morto foi abandonado no Jardim Picerno I, em Sumaré, e a suspeita é de que é de um dos participantes do assalto em Araçatuba.

No momento da abordagem em São Pedro, um dos suspeitos apresentou um documento falso. A polícia afirma que ele é procurado pelo crime de homicídio. Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados.

A dupla foi levada para a sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em São Paulo e deverá ser transferida ainda hoje para o Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém.

Prisões

Com essas duas prisões chega a sete o número de pessoas presas suspeitas de participarem do ataque. Dois suspeitos morreram, um durante confronto com a polícia e outro foi encontrado morto em Sumaré – este a polícia ainda apura para confirmar a participação no assalto.

Com armas de grosso calibre, os bandidos usaram reféns como escudo humano e espalharam 98 explosivos com acionamento remoto pela cidade de 200 mil habitantes. Dois moradores morreram na ação. Um empresário que voltou ao local onde os criminosos agiam para filmar a ação e acabou morto. A outra vítima foi um professo de educação física.

Um dos quatro feridos no ataque recebeu alta na noite de ontem. O paciente, um homem de 28 anos, foi baleado no abdome. Ele passou por cirurgia e teve alta após apresentar uma boa evolução, de acordo com o boletim da Santa Casa de Araçatuba.

Outras três vítimas seguem no hospital. Um homem de 31 anos está na UTI, em quadro clínico grave, porém estável. Os outros dois pacientes, um homem de 25 anos e outro de 38, seguem internados com “quadros clínicos estáveis e ainda sem previsão de alta”.

O paciente de 25 anos é o ciclista Clayton Alexandro Soares Teixeira, que teve os dois pés amputados devido aos ferimentos provocados por um explosivo, deixado pelos criminosos na rua. Um novo boletim com o estado dos pacientes será divulgado na segunda-feira.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também