segunda-feira, 24 junho 2024

BC corta Selic em 0,25 ponto, a 2% ao ano, em ‘ajuste residual’

O Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, decidiu cortar a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual, a 2% ao ano nesta quarta-feira (5). Esta é a nona redução seguida na Selic, que renova as mínimas históricas desde dezembro de 2017. 

Na decisão passada, em junho, quando a autoridade monetária reduziu a Selic em 0,75 ponto, o comunicado sinalizou que o comitê poderia fazer “ajustes residuais” nas reuniões seguintes. 

Assim, a indicação foi de manutenção da taxa, mas o BC deixou a porta aberta para um novo corte, só que de menor magnitude. 

A maioria dos analistas ouvidos pela Bloomberg previram o corte de 0,25 ponto, conforme sinalizado. Alguns apostaram, no entanto, na manutenção da taxa em 2,25% ao ano. 

Antes da crise, a autoridade monetária havia sinalizado, em fevereiro, que a taxa ficaria em 4,25% ao ano nas reuniões seguintes. 

O BC retomou o ciclo de queda da Selic com a deterioração do cenário econômico por causa da pandemia do novo coronavírus no país. De lá para cá, os juros caíram em todas as reuniões. 

O mercado prevê, de acordo com o relatório Focus do BC desta semana, inflação de 1,63% no fim de 2020, abaixo da meta de 4%, com tolerância de 1,5 ponto para baixo ou para cima, fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). 

Segundo o levantamento, a previsão dos economistas é de queda de 5,66% no PIB de 2020. A projeção para o dólar no fechamento do ano é de R$ 5,20. 

(ArteDJOR | Agência Brasil)

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também