quinta-feira, 7 dezembro 2023
TEMPESTADE DANIEL

Mais de 5 mil pessoas morrem em tragédia na Líbia, número deve aumentar nos próximos dias

Segundo o governo líbio, mais de 10 mil pessoas estão desaparecidas e 30 mil estão deslocadas. A cidade de Derna foi a mais afetada
Por
Isabela Braz
Líbia após a tragédia. Foto: Planet Lab

O número de mortos na Líbia por decorrência das fortes chuvas provocadas pela tempestade Daniel no último domingo (10) já ultrapassa 5,3 mil e devem aumentar nos próximos dias. Segundo o governo líbio, mais de 10 mil pessoas ainda estão desaparecidas e 30 mil estão deslocadas.

As fortes chuvas causaram o colapso de duas barragens na região de Derna, a mais afetada no país. Mais de 33 milhões de m³ de água saíram das barragens, causando ondas de até 3 metros de altura.

Na manhã desta quarta-feira (13), Hichem Chkiouat, ministro da Aviação Civil e membro do Comitê de Emergências, afirmou que os números podem aumentar nos próximos dias e que corpos são vistos por todos os cantos.

“Contamos mais de 5.300 mortos até agora, e o número provavelmente aumentará significativamente e poderá até duplicar porque o número de pessoas desaparecidas também é de milhares”, disse Hichem Chkiouat.

Nesta terça-feira, o subsecretário-geral da ONU para os Assuntos Humanitários, Martin Griffiths, disse que equipes de socorro internacionais foram mobilizadas para ajudar.

Por decorrências de guerras que acontecem no país desde a morte do ditador Muammar Gaddafi em 2011 e a divisão política entre leste e oeste no país, mesmo em momento de grande catástrofe, há dificuldades para apoio no local.

Em nota, o governo brasileiro lamentou a tragédia. “Ao se solidarizar com as famílias das vítimas, o governo brasileiro lamenta a destruição provocada pelas tempestades e transmite suas mais sinceras condolências ao povo líbio”.

Líbia antes da tragédia. Foto: Planet Lab
Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também