PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DAE de Americana vai licitar combate a pragas

O trabalho também vai combater os roedores. Cerca de 10 mil poços de visita receberão o veneno

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana pretende lançar em setembro uma licitação para contratar uma empresa para serviço de desbaratização da rede de esgoto da cidade. O objetivo é evitar a proliferação de escorpiões. O trabalho também vai combater os roedores. Cerca de 10 mil poços de visita receberão o veneno.

PUBLICIDADE

O diretor geral do DAE, Carlos Cesar Gimenez Zappia, prevê que a futura empresa contratada inicie o trabalho de combate a ratos e baratas em 60 dias. A estimativa considera o período chuvoso – quando a proliferação dos animais peçonhentos é maior. “É um trabalho completo porque vai não só desbaratizar mas desratizar também. Essas pragas urbanas se proliferam mais no período chuvoso então queremos, no início deste período, fazer o primeiro processo (de controle)”, explicou.

Segundo o diretor da autarquia, o combate pelo uso de venenos na rede de esgoto não é realizado em Americana desde a década de 90. Até a primeira semana de agosto, a Secretaria de Saúde de Americana registrou 249 acidentes envolvendo escorpiões na cidade. A maior concentração dos casos ocorreu em janeiro e fevereiro, quando foram 86 registros de picadas.

PUBLICIDADE

Em agosto, até o dia 7, houve apenas um atendimento pela picada do aracnídeo. Em 2018, no entanto, o município atendeu 484 vítimas das picadas de escorpião em toda a cidade. O número foi 18% maior que o registrado em 2017 – quando 409 casos foram notificados pela pasta.No ano passado, mais de 15 mil escorpiões capturados em Americana foram destinados ao Instituto Butantan, em São Paulo, que recebe os animais para a fabricação de soro antiescorpiônico.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This