PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

‘Minha mãe está abalada com tudo isso’, diz filho de professora de Americana criticada por Flávio Bolsonaro

Lucas Lahr, filho de professora do Colégio Antares fala com o TodoDia sobre aula gravada e exposta pelo senador em seu Facebook

A professora de Americana Noemy Lahr, que teve vídeo de aula exposta pelo senador Flávio Bolsonaro, tem sofrido com a repercussão, após o senador e bolsonaristas a acusarem de doutrinação política por analisar charge envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e o coronavírus. Lucas Lahr, filho de Noemy, falou hoje com a reportagem do TodoDia, que noticiou o caso nesta terça (19).

PUBLICIDADE

“Minha mãe não quis falar sobre o caso com receio de aumentar a exposição dela. Ela está emocionalmente abalada com tudo isso, é vítima de um crime, de uma crueldade muito grande”, desabafou Lucas.

Ele revelou que esteve com a diretoria do Colégio Antares, escola particular de Americana, onde Noemy leciona português há 30 anos. “A diretoria do colégio vai decidir as ações que serão tomadas a respeito do caso”, afirmou Lucas.

PUBLICIDADE

Questionado sobre a responsabilidade pelo compartilhamento do vídeo da aula e eventuais medidas que serão tomadas, o Colégio Antares informou que não vai dar informações sobre o caso no momento, mas que divulgará uma nota sobre o tema nos próximos dias.

O vídeo foi exposto nas redes sociais e compartilhado no sábado (16) por Flávio Bolsonaro. “#COMPARTILHE. “Não há doutrinação nas escolas, é coisa da sua cabeça”. ASSISTA E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES…”, postou o filho do presidente.

A publicação teve até hoje à noite 5 mil compartilhamentos e 2,3 mil comentários.

O vídeo capta o momento em que a professora analisa durante aula uma charge de Jair Bolsonaro sendo esmagado pelo coronavírus, com os dizeres “e agora, Jair? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou, e agora Jair?”.

A professora pergunta porque o chargista desenhou o presidente “tão pequeninho e o vírus bem grande”. Uma aluna responde: “porque ele está perdendo poder e o coronavírus aumentou muito”. E Noemy confirma. “Isso, ele está perdendo poder político. Quando ele não soube enfrentar o coronavírus, ele perdeu poder. Ele usou as armas erradas, até o momento podemos afirmar que ele está equivocado na guerra contra o coronavírus”, explica a professora.

ABSURDO

“É um absurdo enorme, por ser filho dói dobrado. E é algo que tem que doer pra todo mundo que acredita em uma liberdade, uma democracia. Porque uma sala de aula ter uma censura dos próprios pais, que querem barrar direito a uma professora dar aula de interpretação e ainda expor a imagem dela, de forma tão cruel, mostra algo totalmente desumano, cruel, que reflete o que a gente vem vivendo”, afirmou Lucas ao TodoDia.

Ele revelou que o apoio de alunos, ex-alunos, professores, colegas de trabalho e até pessoas que não conhecem sua mãe trouxeram muito conforto à professora. “Foi de certa forma gratificante para ela. Traz esperança para quem acredita em uma sociedade democrática, de valores que tanta gente lutou para ter lá atrás e que agora estão em risco”.

Lucas voltou a classificar a divulgação da aula sem autorização como uma “situação cruel e criminosa” e criticou o senador Flavio Bolsonaro.

“Totalmente covarde, na mesma linha do pai, bem no estilo fake news deles. Lamento fortemente que um político de alto cargo tenha uma atitude covarde dessa contra uma simples professora que estava trabalhando”.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This