Sábado, 16 Outubro 2021

Omar diz que pode rever mão única em viaduto de Americana

Omar diz que pode rever mão única em viaduto de Americana

Um ano três meses depois da intervenção viária que determinou a implantação de mão única de direção no Viaduto Amadeu Elias, no Centro de Americana, o

Um ano três meses depois da intervenção viária que determinou a implantação de mão única de direção no Viaduto Amadeu Elias, no Centro de Americana, o prefeito Omar Najar (MDB) estuda a possibilidade de voltar atrás na mudança, para o retorno da mão dupla sobre o dispositivo - como era antes. 

Como acontece desde a implantação da mão única no viaduto, em 12 de outubro de 2018, moradores e comerciantes do Jardim Colina reclamam. 

A ida ao Centro, para eles, ficou mais longa - cerca de três quilômetros - e lojistas dizem ter notado queda nas vendas por conta da alteração no movimento. 

Omar, agora, afirma que está disposto a ouvir sugestões e promete executar ações que facilitem a vida de quem se queixa. 

A afirmação do prefeito foi feita ontem no programa "OnNews", na Rádio Azul, após reunião de 40 moradores e comerciantes na Igreja São Benedito, no Colina, anteontem à noite. 

"Nós estamos aqui para servir à população. Sugestões a gente aceita, agora tem que ser viável. Se for viável, nada mais que justo de mudar. Agora, se não for viável, por causa de dois ou três comerciantes... Eu acho que quem está sendo mais prejudicado são os moradores do Colina e não comerciantes. Essa história que está fraco o comércio, não tem nada a ver com o tráfego de veículos", afirmou o prefeito. 

OFÍCIOS 

Uma das representantes do grupo de reclamantes, Nádia Biancardi, 42, proprietária de uma barbearia na Avenida Paulista, disse que protocolará ofícios com um abaixo-assinado digital com seis mil assinaturas na prefeitura, Câmara e Ministério Público, solicitando o retorno da mão dupla no viaduto. 

O grupo deve usar a Tribuna Livre da Câmara na próxima quinta-feira, 23, na primeira sessão ordinária do ano, para falar sobre o assunto. 

ALTERAÇÕES 

A mudança implantada no viaduto impede a circulação de veículos no sentido Avenida Bandeirantes-Avenida Brasil (bairro-Centro). 

"Nosso pedido é lícito e justo, estamos fazendo tudo às claras, esperamos que a prefeitura nos ajude nisso. O comércio na cidade é o que faz uma cidade caminhar", disse a comerciante, estabelecida no local há cinco anos. 

Omar disse que os moradores voltarão a ter acesso direto ao Centro após a conclusão da alça de acesso do Viaduto João Batista Romano, de ligação entre as avenidas Bandeirantes e Abdo Najar. 

Segundo o prefeito, a obra está na reta final. Falta executar o asfaltamento no trecho para fazer a interligação com o viaduto. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/