PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Omar: lei do esporte será reativada em Americana

Prefeito garante a reativação da legislação que visa incentivar o investimento esportivo na cidade

Após o secretário de Esportes de Americana, Eudaldo dos Santos Cardoso, o Paraná, declarar ao TODODIA, na edição de ontem (9), que para a cidade voltar a ser referência esportiva no estado seria fundamental a reativação da Lei do Incentivo ao Esporte por parte da Administração, o prefeito Omar Najar, sem definir prazo, afirmou que o dispositivo será restabelecido e a pasta voltará a receber recursos para serem aplicados nas mais diversas modalidades. 

PUBLICIDADE

O anúncio da reativação da Lei foi feito pelo chefe do Executivo americanense em cerimônia de lançamento, na manhã desta quinta-feira, do projeto Camisa 1 Futebol (Leia mais abaixo). “Vamos voltar com a lei. Os impostos que a cidade recebe têm que ser revertidos à população. Hoje, a Prefeitura conseguiu um equilíbrio financeiro que permite a reativação desse dispositivo que é tão solicitado pelo pessoal do esporte”, disse. 

“Falei com o secretário da Fazenda e pedi para resolver o quanto antes porque é importante essa volta do incentivo ao esporte amador e investimento nos atletas da cidade, que estava suspenso por conta da situação que o município se encontrava. É possível fazer voltar a funcionar. Só estamos resolvendo a parte legal”, completou Omar. O prefeito explicou ainda porque a Lei foi suspensa há dois anos. “Teve uma série de situações, existiam vários problemas, atletas de fora recebendo, incentivos que eram mal aplicados. Existe uma comissão analisando tudo o que aconteceu. E teremos critério para que o recurso seja utilizado, mesmo, para manter o esporte de Americana”, contou. 

PUBLICIDADE

Quando da entrevista, Paraná afirmou que a “secretaria busca veementemente o retorno da Lei, que movimenta as equipes, viabilizando a participação do município em competições no âmbito estadual e nacional”. Assim que a reativação for confirmada, a pasta deve apresentar à Câmara um pedido de adequação na legislatura, para que as escolinhas municipais também possam ser beneficiadas com o recurso do Fundo. 

A Lei de Incentivo ao Esporte, nº 2.945, de 1995, dá a opção às empresas da cidade para destinarem 20% do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) recolhido por elas para utilização nas modalidades esportivas, mediante chamamento público. 

PUBLICIDADE

CAMISA 1 ASSUME CAMPO 

Através da cessão de uso de local público por parte da Prefeitura, a Escola de Goleiros Camisa 1 passa a ser o responsável pela administração de todo o espaço da praça de esportes do Jardim São Paulo, cujo decreto anterior de concessão de uso foi revogado pelo prefeito Omar Najar, conforme revelou a edição do TODODIA de 21 de dezembro do ano passado. 

O responsável pelo projeto, que já tem uma unidade no bairro Machadinho exclusiva para goleiros, Vander Batistella, falou sobre como vai funcionar o Camisa 1 Futebol. “Nasce um novo projeto, distinto daquele que já tínhamos. Abre-se um braço para desenvolver um trabalho, agora, com todas as posições, e que será comandado pelo Márcio Rocha, revelado pelo Rio Branco e que cresceu treinando nesse campo”, detalhou. 

“A ideia é revitalizar o espaço. Não havia nenhum projeto sendo desenvolvido aqui, por isso fomos pleitear. A estrutura dessa praça esportiva precisa de uma boa reforma. Já reformamos o gramado e agora é direcionar para vestiário, lanchonete e almoxarifado”, completou Batistella. 

O prefeito Omar Najar explicou a escolha da Camisa 1 para administrar o local. “O trabalho do Vander e sua equipe traz maravilhas para Americana. Vai ser muito importante para nossas crianças e juventude ter um lugar como esse. Isso aqui estava abandonado e com pouca gente utilizando”, comentou. 

INVESTIMENTO 

O investimento inicial para melhoria da estrutura será de R$ 15 mil, mediante recursos captados pela associação Escola de Goleiros Camisa 1 junto a empresas, por meio de lei estadual. As aulas da escolinha acontecem às terças, quintas e sábados, no período da manhã, para meninos e meninas na faixa dos 7 aos 14 anos. As matrículas estão abertas e, inicialmente, são 120 vagas disponíveis. Não há cobrança de taxas. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This