PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Saúde vacina bebês contra sarampo

Na região, a lista de municípios que registraram casos da doença inclui Hortolândia e Sumaré

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo anunciou ontem a vacinação contra o sarampo em bebês com idade entre 6 meses a menores de 12 meses em 39 cidades paulistas que registraram casos da doença – altamente contagiosa. Na região, a lista de municípios inclui Hortolândia e Sumaré. 

PUBLICIDADE

A medida também inclui a aplicação de doses em crianças nessa faixa etária que vão se deslocar para essas cidades (veja na lista). Nesses casos, a recomendação da Secretaria é vacinar pelo menos 15 dias antes das viagens. 

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. A aplicação da chamada “dose D” tem o objetivo de proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação. Ou seja, os pais ou responsáveis deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetraviral, que protege também contra varicela. 

PUBLICIDADE

Após a aplicação da “dose D”, é preciso aguardar pelo menos 30 dias para aplicação da tríplice aos 12 meses, como prevê o calendário. 

CASOS 

PUBLICIDADE

As notificações entre crianças menores de 12 meses de idade representam 13,6% dos 967 casos existentes no Estado de São Paulo até ontem. Ao todo, 80% do total de casos se concentram na Capital, com 778. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), até a última quinta-feira, conforme balanço das Secretarias de Saúde dos municípios, eram nove casos confirmados da doença em Campinas (4) Indaiatuba (2), Americana, Sumaré e Hortolândia (um caso cada). 

HORTOLÂNDIA 

A Secretaria de Saúde de Hortolândia confirmou que a partir de hoje as unidades de Saúde da cidade passam a oferecer a vacina contra sarampo para crianças de seis a 11 meses de idade. Na cidade, há um caso positivo da doença e quatro em investigação. 

A vacina contra o sarampo já é oferecida, conforme o calendário vacinal, em duas doses, aos 12 e 15 meses, de acordo com a Secretaria. Na ação de reforço que será adotada neste momento, a dose extra aplicada de seis a 11 meses não terá validade como rotina: as crianças precisam ser vacinadas novamente aos 12 e 15 meses de idade. 

Além das crianças, pessoas que não sabem se já foram vacinadas também devem receber a imunização. Crianças, adolescentes e adultos de até 29 anos devem ter duas doses da vacina. Adultos acima de 30 anos e até 59 anos precisam de apenas uma dose da vacina.

LISTA DE CIDADES COM VACINAÇÃO RECOMENDADA A BEBÊS

Inclui moradores ou quem vai viajar para algum desses municípios:

Atibaia, Barueri, Caçapava, Caieiras, CampinasCapital – São Paulo, Carapicuíba, Diadema, Embu, Estrela D’Oeste, Fernandópolis, Francisco Morato, Guarulhos, Hortolândia, Indaiatuba, Itapetininga, Itaquaquecetuba, Jales, Jundiaí, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Peruíbe, Pindamonhangaba, Praia Grande, Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rio Grande da Serra, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Sumaré, Taboão da Serra e Taubaté. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This