terça-feira, 25 junho 2024

Secretário anuncia radar na Ivo Macris em Americana

A partir do próximo mês de fevereiro, a Setransv (Secretaria de Transportes e Sistema Viário) vai instalar radar para fiscalizar o tráfego de veículos na Estrada Vicinal Ivo Macris, de ligação entre o bairro Antonio Zanaga e a região do pós-represa de Salto Grande e os municípios de Paulínia e Cosmópolis. A intenção é instalar um ponto de radar que abranja as duas faixas, também como uma tentativa de coibir a circulação de caminhões pesados no trecho – usado como rota de fuga de praça de pedágio. 

O tráfego de tais caminhões já é proibido na estrada, que tem 24 quilômetros de extensão, mas os motoristas não respeitam as placas de sinalização. As consequências são o fluxo intenso de caminhões e danos à capa asfáltica. O radar também deve aferir o excesso de velocidade, para aplicação de multas. 

Quem fez esse comentário foi o secretário adjunto e autoridade municipal de trânsito de Americana, Eraldo Camargo, durante entrevista no programa “OnNews”, na Rádio Azul, ontem. Segundo Camargo, a intenção é instalar o aparelho em um ponto estratégico, perto da antiga colônia do Salto Grande ou do Assentamento Milton Santos. 

NINGUÉM RESPEITA 

“Ali na Ivo Macris a gente está pretendendo instalar um radar para proibir o trânsito de veículos acima de três eixos, que são aqueles caminhões pesados que vem ali da Petrobras. A gente faz o tapa buracos, faz as manutenções, mas ela (estrada) não suporta aquele tipo de trânsito. Agora, nos meados de fevereiro, provavelmente, já deve estar funcionando um radar ali, que vai detectar veículos acima de três eixos, que passarem pelo local, que é proibido hoje, mas ninguém respeita 

A FAVOR 

Mãe de três filhos e residente no Monte Verde, Hannah Oliveira Maravilha, 36 anos, é favorável à instalação de radar na Ivo Macris. “Aqui na região do pós-represa, os caminhões pesados cortam o pedágio e prejudicam a via por conta disso. Seria conveniente colocar fiscalização mais intensa. A rodovia vive danificada”, disse Hannah. 

A irmã dela, Márcia Ribeiro, 40 anos, morreu na estrada em 5 de dezembro do ano passado. Ela bateu de frente com um caminhão na curva do casarão. O motorista estava embriagado, apurou a Polícia. 

Como anda de carro todos os dias, Hannan sabe bem das dificuldades em transitar pelo local. A pista não tem acostamento. À noite não circulam ônibus na região. “Cansei de ver ultrapassagem perigosa. Para desviar do buraco, jogam caminhão em cima do carro”, relatou Hannah.

FISCALIZAÇÃO DEVE VOLTAR NA AV. EUROPA

Autoridade de trânsito de Americana, Eraldo Camargo também informou que há estudo para instalar radar novamente na Avenida Europa, no Parque das Nações. O único entrave é a limitação imposta em contrato. 

Segundo ele, pode haver remanejamento de radar de algum ponto ou alteração no contrato para instalar o equipamento no trecho, onde motoristas transitam em alta velocidade. A Setransv estuda a instalação de aparelhos em mais três ou quatro pontos da cidade, mas os locais não foram revelados.  

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também