PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Associação de Tiro Esportivo e Gama alinham parceria

Guarda poderá utilizar a nova arena da modalidade, que será construída em Americana, para treinamento

A ATIRA (Associação de Tiro Esportivo de Americana) e a Gama (Guarda Armada Municipal de Americana) alinham parceria para utilização da nova arena da modalidade, a mais moderna do país, cujo projeto da entidade prevê a construção em terreno às margens da rodovia Ivo Macris. O local poderá abrigar as principais competições do gênero no mundo. O início das obras, entretanto, depende da concessão de uso do espaço por parte da Prefeitura Municipal. 

PUBLICIDADE

Um encontro, ontem, entre o diretor técnico da entidade, Athos Pisoni – campeão pan-americano de Tiro Esportivo no México em 1975 -, e o diretor da Gama, Marcos Guilherme, tratou do assunto. Além da cessão do espaço para a autarquia realizar treinamentos específicos, o atirador pôde conhecer a estrutura de 600 metros quadrados que vem sendo construída pela Guarda para abrigar seu estande de tiro e uma academia para atividades internas. 

“Fui apresentar ao comandante o projeto da arena, que colocaremos à disposição da Gama para utilização, inclusive com dispositivos de segurança que lá serão instalados. Visitei também o estande interno da Guarda, que é de primeiro mundo. Ele nos garantiu apoio ao pedido de concessão de uso, na Câmara e com o prefeito Omar Najar”, ressaltou o diretor da associação. 

PUBLICIDADE

Marcos Guilherme afirmou que a parceria pode trazer benefícios à corporação.

“Para nós é importante, poderemos usar esse espaço para a melhora do efetivo, um treinamento mais tático, dinâmico, específico e com o uso de veículos. Me parece que o objetivo também é agregar as demais forças de segurança. Estamos construindo na Guarda uma nova academia, mas ela é voltada mais para os trabalhos internos”, destacou. 

PUBLICIDADE

IMBRÓGLIO 

A associação, cujo presidente é o atirador e ex-atleta profissional de futebol, Sandro Hiroshi, busca resolver o mais rápido possível o imbróglio para a construção de seu novo espaço para a prática da modalidade, pois o contato de permissão de uso do Centro de Tiro de Americana, onde a equipe treina atualmente, se encerra no início de 2020. 

O local será desativado por conta de uma ordem judicial de despejo obtida por um loteamento que está se instalando na região. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This